Buscar
  • Pensar a Dois

Vai lá e medita, p*#@&


Embora os benefícios da meditação sejam plenamente conhecidos, são muitas as justificativas para não praticá-la.


Falta de tempo, de local adequado, cansaço, desconhecimento de como fazer...


Este, pelo menos, era o repertório de desculpas que eu utilizava para não meditar.


Contudo, aos poucos, à medida que fui aprendendo, me aprofundando e conversando com pessoas que meditavam, descobri que existe muitos mitos que atrapalham a prática da meditação.


O local, por exemplo.


É mais do que sabido que o lugar ideal para meditar seja tranquilo, silencioso, arejado, aconchegante.


Tem também a questão da postura.


Temos que ficar sentados na posição de lótus, com os olhos fechados, respirando profundamente, vestindo roupas confortáveis, não é isso?


Mas a grande verdade – pelo menos para mim - é que não existe um local ou um jeito certo para meditar.


Sabe onde eu costumo meditar?


No ônibus. Na espera da consulta médica. No carro. Andando a pé. Tomando café...


Sabe como eu costumo meditar?


Entoando mantras mentalmente, evocando os nomes de anjos cabalísticos 108 vezes.


Mas, Denis, essa é a maneira certa? Não temos que ficar parados de olhos fechados, evitando qualquer tipo de pensamento ou distrações externas?


Confesso que não sei. Desconheço, inclusive, se posso chamar isso que faço de meditação.


Mas pergunto: quem define a maneira certa de meditar? O Conselho Nacional dos Meditadores?


O importante, a meu ver, é você estar concentrado no presente, no momento, sentindo as energias ao seu redor e sendo grato por ter esse privilégio.


O fato é que toda vez que termino o ritual que chamo de meditação, me sinto bem, energizado e sou brindando com insights muito valiosos.


Talvez, se seguisse o protocolo tradicional, o efeito da meditação fosse até mais efetivo.


Mas, como sou adepto do “faça hoje o que pode com aquilo que você tem”, vou seguindo com o “jeito Denis de meditar”.


E você? Por que não cria o seu jeito de meditar? Afinal, como dizem por aí, quem quer dá um jeito. Quem não quer dá uma desculpa.


Denis Zanini Lima


34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo